Adolescentes - saúde dentária! - Alerta Saúde

Medicina

Publicidade

Reportagens
14/01/2015

Adolescentes – saúde dentária!

sem nomedentes
Entrevistada: dra. Rosa Niehues; Clínica dentária Nossa Ilha
Texto: Alerta! Saúde
Imagem: DR

Medicina Dentária

Adolescentes – saúde dentária

Setembro: começam as aulas. Com elas, começam igualmente alguns desregramentos alimentares, saltar refeições, refeições não tão saudáveis em bares, más escolhas alimentares, uma possível falta de higiene dentária, snacks prejudiciais à saúde oral… Entre outros.

Aprende com a médica dentista Dra. Rosa Niehues como proteger a saúde da tua boca.

 

Quais serão os problemas dentários mais frequentes entre os 10 e 18 anos?

Segundo a médica dentista são Cáries, Gengivite e Mal oclusão – muitas vezes ocasionada pela perda de dentes precoce.

Como explicou a Dra. Rosa Niehues, as Cáries e a Gengivite devem-se à presença da Placa bacteriana. “Temos na nossa saliva vários tipos de bactérias que vão aderindo aos dentes e formam o que chamamos Placa bacteriana. As bactérias transformam o açúcar em ácido que destroem o esmalte dos dentes e formam a cárie”, disse a médica dentista.

A Placa bacteriana é igualmente causadora de inflamação na gengiva, ocasionando sangramento gengival que poderá levar à perda de dentes.

A médica dentista apela: “É importante usar fio dental, uma boa escova (que alcance até o último molar) e uma técnica de escovagem correta”.

 

Estarão os jovens bem informados quanto aos cuidados a ter com a higiene e saúde oral?

A Dra. Rosa Niehues acredita que atualmente e devido à utilização da Internet que os jovens estão bem informados. Além disso, na opinião da médica dentista, as Redes Sociais levam a que se preocupem mais com a imagem, deste modo “um sorriso bonito hoje em dia é prioridade para jovens e adultos. O que precisamos sempre esclarecer é que dentes bonitos e saudáveis dependem de cuidados diários, tanto na alimentação como na higiene oral”, acautelou a médica dentista.

Como recordou a médica, “É necessário uma reeducação alimentar para os nossos jovens que estão agora desejosos de um corpo saudável e belos sorrisos. Poderíamos começar a dizer que o grande vilão dos dentes é o açúcar”.

Alimentos açucarados nos intervalos das refeições são prejudiciais à saúde dentária!

sn

E os pais? Estão devidamente informados ou não?

A Dra. Rosa Niehues confessa, com algum desapreço, que há ainda pais que desconhecem a importância do 1º molar permanente – o qual desponta aos 6 anos de idade; mesmo designado de “molar dos seis anos”.

“Alguns pais chegam à clínica a pensar que este molar permanente é um “dente de leite” e que ainda vai cair. É fundamental esclarecer aos pais que este molar é de suma importância para a arcada dentária, pois se ele for extraído toda a dentição ficará prejudicada, gerando mal oclusão, deficiência na mastigação, podendo gerar problemas gástricos, problemas sagitais (arcada superior e inferior desequilibradas), extrusão do dente antagonista (o dente que tocaria nele e que encontra um espaço vazio) e necessidade de aparelho ortodôntico para mover os outros dentes para haver equilíbrio oclusal”, alertou a médica dentista.

Como nos disse, a ausência de um dente permanente desequilibra toda a arcada dentária. Os pais devem sabê-lo e levar seus filhos ao dentista assim que surjam os primeiros dentes de leite, pois estes também precisam de ser mantidos na arcada e de serem bem cuidados, de modo a que os dentes permanentes fiquem bem posicionados.

 

Com o começo das aulas e muitas refeições realizadas fora de casa e por vezes de modo pouco saudável, que erros para com a saúde dentária devem ser evitados?

A médica dentista aconselha:

  • Evita alimentos açucarados e substitui-os por frutas;
  •  Escova os dentes 3 vezes ao dia (ao acordar, após o almoço e antes de dormir – principalmente antes de dormir, pois à noite a boca tem a temperatura ideal para a proliferação de bactérias;
  • Evita: refrigerantes, rebuçados, caramelos, chocolates, pastilhas elásticas e      bolachas recheadas com doces!

 

Dado que o almoço não é normalmente realizado em casa, será suficiente apenas lavar os dentes de manhã e à noite?

A Dra. Rosa Niehues ressalva que os dentes devem sempre ser escovados pós as refeições, pois não os escovar entre o pequeno-almoço e o jantar é um intervalo de tempo demasiado longo.

“É preciso também informar que a escovagem tem de ser bem feita, dente por dente, também a gengiva e não se esqueçam de escovar a língua. A escova de dentes devem alcançar o último molar, devendo ser trocada a cada 3 meses”, aferiu a médica dentista.

Comentários

Outros Temas