Amanhã faço dieta… » Alerta! Saúde

Colaborações

Publicidade

22/12/2014

Amanhã faço dieta…

receitas-de-natal-12
Miguel Cabral
Estudante de Licenciatura de Comunicação social e cultura
miguel_machado4@hotmail.com

Dezembro, o último mês do ano. O mês que nos traz o Natal e a noite de Passagem de Ano. Época festiva. Podia falar das luzes, da árvore de Natal, dos presentes. Podia fazer referência ao amor, à família ou a todos os sentimentos de ternura típicos da época. Podia apelar à paz, à igualdade social. Podia, numa vertente mais pessoal, escrever sobre os meus desejos e objetivos para 2015. Podia… Mas não.

bolo_rei

Em vez disso, falo dos constantes ataques gastronómicos de que somos alvo nestas festas. Ora doces, ora salgados. A época em que o Ambrósio invade as nossas televisões trazendo ‘a boa-nova’ dos Ferrero Rocher. É, também, uma época propícia à praga de calorias – aquele bichinho que, teimosamente, se esconde no nosso guarda-fato e que nos encolhe a roupa.

É tão grande a variedade de pratos e doces típicos da época que nos influenciam a cometer o pecado da gula: o bolo, que é Rei, veste-se a rigor e cobre-se com fruta tão cristalizada e colorida que dificilmente passa despercebido; o sabor afrodisíaco da canela, o açúcar e o leite transformam simples fatias de pão em saborosas rabanadas, também conhecidas por fatias douradas; o peru, regado com vinho branco e personalizado com vários tipos de tempero, atrai para si os mais deliciosos acompanhamentos; já para não falar no bolo de Natal, nos Sonhos ou em todos os outros doces e pratos, não tão tradicionais, que se apresentam nas nossas mesas e que contribuem para a nossa “gula natalícia”.

Rabanadas-ou-Fatias-Douradas-SI-2

O título deste texto, carinhosamente roubado a uma música com o mesmo nome, traduz o nosso (nós, os gulosos) sentimento nesta época: “Amanhã faço dieta… Hoje não!”. É uma época deliciosamente penosa.

Votos de um Feliz Natal e sejam moderadamente gulosos!

 

Comentários

Outros Temas