Aprenda a meditar... » Alerta! Saúde

Colaborações

Publicidade

20/01/2015

Aprenda a meditar…

meditarnapraia
Cristina Tavares
Certified practitioner de Cura Reconectiva Reconectar Açores.
tavares_cristina15@hotmail.com

Meditar.

Para muitos parece impossível de se conseguir. Não conseguem estar quietos a entoar um som qualquer: a própria mente os distrai-os, são demais os pensamentos…

Porém, vale a pena o esforço, pois está provado cientificamente que a meditação melhora o nosso estado de saúde.

 

O que é que faz por nós? Aumenta a concentração, baixa a tensão arterial, torna-nos mais conscientes e leves e menos preocupados com situações alheias. Aumenta também a esperança média de vida, uma vez que nos despoja de cargas emocionais que prejudicam a nossa saúde física e mental.

Sendo assim, como é que meditamos?

É simples: apenas nos permitimos Ser. Ser no sentido de apenas estar, nada mais. Podemos meditar ao longo de todo o dia ou então podemos reservar uns minutos diariamente para o fazer. E como é que o fazemos ao longo de todo o dia? Bem, esta atividade consiste em nos concentrarmos em algo e abstrairmo-nos do resto ao nosso redor, portanto podemos meditar enquanto cozinhamos, enquanto lemos, enquanto trabalhamos. Ao focarmos a nossa atenção no que fazemos e a nossa mente abstrai-se de tudo o resto. Deste modo, estamos a Ser o momento. O momento só nosso.

meditac3a7c3a3omatinal-alegria

Pode tornar a meditação um hábito, assim como o é o de lavar os dentes. Introduzamos então mais um que beneficiará a nossa saúde. Faça o seguinte: sente-se por uns minutos ao acordar (pode ser na cama mesmo) e feche os seus olhos. Deixe que os pensamentos fluam pela sua mente como nuvens e não se agarre a nenhum. Se algum persistir, agradeça-lhe a sua presença e liberte-o. Continue até que o céu na sua mente esteja limpo, livre de pensamentos. Concentre-se na sua respiração ou nas batidas do seu coração. Lembre-se que deve controlar a sua mente e não ser controlado por ela. Outro som constante, como o de um relógio, por exemplo, pode também servir de âncora à sua concentração. Esteja assim uns minutos. Não é necessário mais do que isto.

Pode sentir que de início não consegue impedir os pensamentos de se formarem. Verdade. Estamos muito habituados a usar a mente e esquecemos o coração. Ou seja, descuramos a nossa essência, a nossa intuição, aa voz interior que nos quer guiar e nós muitas vezes ignoramos. Mas insista e persista. Os resultados e o prémio final valem a pena. Lembre-se de que também teve de trabalhar e treinar para aprender a escrever, com a meditação acontece o mesmo.

Dê a si mesmo a oportunidade de se encontrar. De ir a casa, ao seu interior, e aí encontrar as respostas ou orientações que tanto procura. Ao meditar, entrará em contacto com a sua essência, onde tudo é Luz e Paz. Não é difícil, basta querer.

100_3379

Deixo-lhe aqui um desafio para o começo deste novo ano. Introduza este hábito na sua vida e veja os resultados, sinta os resultados.

E deixo-vos com a seguinte citação de Osho: “A meditação é aventura, a maior aventura que a mente humana pode empreender. A meditação é somente ser, não fazer nada – ausência de ação, ausência de pensamento, ausência de emoção. Apenas se está e isso constitui um deleite maravilhoso. De onde provém este deleite quando se está a fazer nada? Provém de parte nenhuma, ou provém de toda a parte. É desprovida de causa, porque a existência é feita da matéria chamada alegria!”

 

 

Comentários

Outros Temas