Anedotas - Divirta-se! - Alerta! Saúde

Beleza e Bem-estar

Publicidade

Ria, Relaxe
07/02/2013

Divirta-se!

Um homem foi ao consultório do médico buscar os resultados dos exames da mulher. Quando é chamado, diz-lhe a recepcionista:
- Sinto muito Sr. Silva, mas cometemos um lamentável erro e por isso temos um grave problema. Quando remetemos as amostras da sua esposa para o laboratório de análises, foram enviadas junto com as amostras de outra Sra. Silva, de tal forma que agora não estamos certos de quais são os resultados da sua mulher. Estamos muito constrangidos…
- Mas… O que é que a Sra. está a tentar dizer-me?
- Uma Sra. Silva deu positivo no teste de Alzheimer e a outra Sra. Silva deu positivo no teste de SIDA, mas não sabemos qual delas é o da sua esposa.
- Mas isso é terrível! E agora, o que devo fazer?
- Abandone a sua mulher no meio da cidade e se ela conseguir chegar a casa… Não faça amor com ela!

 

No hospital, o médico está a assinar a alta do paciente, ao fazê-lo diz:

- A partir de hoje, nada de mulheres, nada de whisky, nem de vinhos importados. Nada de restaurantes caros, nada de carro novo, nada de viagens de férias…

- Até eu ficar totalmente curado, doutor?

- Não, não. É só até você terminar de pagar o que me deve.

 

- Doutor, será que eu estou a perder a memória?

- Já respondi a essa pergunta ontem.

 

Um médico, em Dublin, queria descansar e ir pescar.

Então aproximou-se do seu assistente e disse-lhe:

- Dr. Murphy, amanhã vou caçar e não quero fechar a clínica. Acha que consegue cuidar dela e de todos os pacientes?

- Sim, senhor! – Respondeu  Murphy.

O médico foi pescar e voltou no dia seguinte.

- Então, Murphy, como correu o dia?

- Cuidei de 3 pacientes. O primeiro tinha dor de cabeça e eu dei-lhe paracetamol.

- Bravo, meu rapaz. E o segundo? – Perguntou o médico.

- O segundo teve indigestão e eu dei-lhe Guronsan – informou Murphy.

- Bravo, bravo! Você é bom nisso… E o terceiro? – Perguntou o médico.

- Bom, doutor, eu estava sentado aqui e, de repente, abriu-se a porta e entrou uma linda mulher. Ela arrancou a roupa, despiu tudo, incluindo o soutien e as cuequinhas. Depois deitou-se sobre a marquesa e gritou: “Ajude-me, pelo amor de Deus! Há cinco anos que eu não vejo um homem!”

- Meu Deus, Dr. Murphy, o que é que fez? – Perguntou o médico.

- Eu pus-lhe gotas de Visadron nos olhos, doutor!

 

O Ti Zé Chaparro, aproveitando a viagem a Mértola, foi ao médico fazer um ‘xécápi’.

Pergunta o médico:

- Sr. José, o senhor está em muito boa forma para 40 anos.

- E eu disse ter 40 anos?

- Quantos anos o senhor tem?

- Fiz 57 em Maio que passou.

- Não diga! E quantos anos tinha seu pai quando morreu?

- E eu disse que meu pai morreu?

- Oh, desculpe! Quantos anos tem seu pai?

- O velho tem 81.

- 81? Que bom! E quantos anos tinha seu avô quando morreu?

- E eu disse que ele morreu?

- Sinto muito. E quantos anos ele tem?

- 103, e ainda anda de bicicleta.

- Fico feliz em saber. E seu bisavô? Morreu de quê?

- E eu disse que ele tinha morrido? Ele está com 124 e vai casar na semana que vem.

- Agora já é demais! – Diz o médico revoltado. – Por que um homem de 124 anos iria querer casar?

- E eu disse que ele se queria casar? Queria nada, ele engravidou a moça!…

 

No Consultório:

- Doutor, como é que eu faço para emagrecer?

- Basta a senhora mover a cabeça da esquerda para direita e da direita para esquerda.

- Quantas vezes doutor?

- Todas as vezes que lhe oferecerem comida.

 

Um médico atende o seu próprio avô, que lhe faz uma série de perguntas sobre o Viagra.

O médico responde-lhe a todas as dúvidas e diz-lhe também que o medicamento é caro, custando cerca de 5 euros cada um.

O avô explica-lhe que quer mesmo experimentar, pede-lhe um comprimido e diz-lhe que no dia seguinte lhe paga.

No dia seguinte o avô volta ao consultório e entrega uma nota de 50 euros ao neto.

Diz-lhe o neto:

- Mas, avô… Eu disse-lhe que cada comprimido custava 5 euros, não 50…

- Sim, sim. 5 euros são meus, os outros 45 foi a tua avó que mandou!

 

 

Comentários

Outros Temas